Pitos de Sta Luzia

image

Uma questão de visão!

Os portugueses têm destas coisas. A lenda deste doce tem como base o pecado da gula. Uma rapariga vai para um convento para ver se deixa de ser gulosa e se transforma esse pecado em virtude. O convento tratava doentes com pachos de tecido envoltos em papas (papas de linhaça). A mocinha ao longo do tempo tornou-se adepta de Stª Luzia, protetora dos cegos e das coisas da vista. Quando se falava em doces, diziam-lhe sempre: “Nem vê-los”…

Tanto matutou que teve uma visão!

À boa maneira lusitana, onde a necessidade aguça o engenho, lembrou-se de fazer uns quadrados de massa e recheá-los com uma papa de doce de calondro. A madre superiora que via mal, mas tinha olfato apurado, questionou-a. Respondeu-lhe, mostrando, que eram os pachos de papa de linhaça para os doentes do dia seguinte e… comeu-os, deliciada, no escuro da sua cela.

Afinal do que não se vê não se peca!

E hoje em dia, qual é a desculpa?

DC2012

Anúncios