Géneros masculino e feminino

Na sala do jardim-de-infância da minha filha, uma das temáticas abordadas pela educadora de infância nas últimas semanas tem sido as semelhanças e diferenças entre os géneros masculino e feminino.

E um destes dias ouvi a minha filha de 4 anos a inventar a seguinte estória, enquanto brincava sozinha:

Há muitos e muitos anos, existiam dois irmãos, uma menina chamada Filipe e um menino chamado Matilde. A menina Filipe disse ao irmão que gostava de se chamar Matilde. E o menino Matilde disse à irmã que gostava de se chamar Filipe. A menina Filipe foi perguntar ao pai se podia mudar o nome para Matilde. O pai respondeu:
– Claro que não! [disse a minha filhota com uma voz grossa]
Foi então perguntar à mãe se podia mudar o nome para Matilde. A mãe disse:
– Claro que não! [novamente, com voz grossa]
O menino Matilde foi então perguntar ao pai se podia mudar o nome para Filipe. Ele respondeu:
– Claro que não! [voz grossa]
O menino Matilde foi perguntar à mãe se podia mudar o nome para Filipe. A mãe respondeu:
– Claro que não! [voz grossa]
Os irmãos perguntaram:
– Porquê?
– Porque o vosso pai chama-se Maria José! Parem com esse disparate!

(imagem do impressionista francês Edgar Degas, Petites filles spartiates provoquant des garçons)

Anúncios