Todas as Manhãs do Mundo

Romance histórico de Pascal Quignard Todas as Manhãs do Mundo desenvolve-se em torno de dois compositores do barroco francês, Sainte Colombe e Marin Marais. Este último conta-nos a história da sua vida, da sua aprendizagem musical e também amorosa – com o pai e a filha Sainte Colombe, respetivamente.

Oiçam a música da chuva… Entrem nas diversos tipos de relação que podem acontecer entre um mestre e um aluno… e principalmente no modo silencioso e apaixonado em que Sainte Colombe vive.

Foi neste filme que conheci as Folies d´Espagne… Oiçam esta peça do filme com o mesmo nome de Alain Courneau…

Anúncios