Full-time

Os mais distraídos poderão estranhar que o livro A Tempo Inteiro do mexicano, entretanto radicado nos EUA, Tamayo Marín, publicado pela Assírio & Alvim, conte com um poema do português Sérgio Godinho e um posfácio do português João Paulo Cotrim. Todos os restantes verão nestes pontos, se necessário fosse, mais umas pistas para o facto de que estamos perante mais um exemplar do artista plástico português Tiago Manuel, pertencente à sua obra in progress constituída por trabalhos de 25 heterónimos.

Marín explora o trabalho da Morte, um emprego a tempo inteiro – todos descansam, menos eu, desabafará a certo momento. O conjunto das ilustrações – de página inteira, geometricamente delimitadas como se tratassem de vinhetas – é sustentado por uma técnica comum com tons semelhantes, evocando frequentemente uma energia transversal à obra por oposto a um tranquilo fatalismo.

Um tema universal num livro que apetece reler várias vezes e deixar a mente se perder em cada uma das imagens…

NPS

Anúncios